ANÁLISE: CD Tua Visão Diante do Trono

Tua visão é o 12º álbum do consagrado Ministério Diante do Trono, hoje, o 2º maior grupo de louvor do mundo. Neste novo projeto o ministério busca retornar à sua essência congregacional, além de iniciar a união com a Som Livre, grande gravadora secular. Graças à parceria, comerciais dos novos trabalhos do grupo estão sendo veiculados em cadeia nacional pela Rede Globo.

O projeto também apresenta certas novidades, como a participação de Fernanda Brum, a volta de Nívea Soares, a presença de Mariana e Felippe Valadão, além dos alunos da banda jovem CTMDT, que integram o backvocal.

Em termos musicais, novos arranjadores, como Jarley Brandão e Vinícius Bruno trabalharam nas canções do repertório e os arranjos vocais continuaram por conta de Sérgio Gomes.

O disco se inicia bem com a canção Vestes de Louvor. Destaque para os licks de teclado na introdução e às nuances empolgantes e bem marcadas que são executadas pela orquestra. A parte lírica afirma que a presença do Senhor é tão empolgante que diante dEle até a tristeza salta de alegria. A faixa tem tudo para se tornar um dos novos hits de celebração do grupo.

A música seguinte é Vive o Senhor. Riffs de guitarra, reforçados pelo naipe de metais dão início à canção inspirada num salmo. O seu ápice se dá num solo de guitarra, no meio da faixa, seguido da ponte e diversas convenções.

Bençãos que nem sei contar é a próxima e opta por uma linha mais introspectiva e reflexiva. “Nas pequenas coisas posso ver tua mão e nas grandes lutas tens me dado Tua salvação”. Ao final, o refrão “Te agradeço, estou aqui para louvar” se emenda ao clássico refrão de “Te agradeço” – Diante do Trono 1. A música ficou um tanto longa, mas o flashback foi uma boa ideia.

E como relembrar é reviver, Deus de Amor, outro clássico do grupo, entra em cena. Sinais da volta às origens marcam todo repertório.

A Tua vontade é o primeiro dueto do cd. O belo contralto da estreante do Ctmdt Roberta Izabel, casa bem com o timbre único de Helena Tannure, desenvolvendo uma das melhores canções de adoração do disco.

Ana Paula volta ao vocal para ministrar a música tema Tua visão, entoando um “Ôoo”, logo seguida pelo backvocal. Melodia e letra são profundas e reflexivas: “Limpa o meu coração neste mundo mal … Tu me deste Tua vida para que eu não viva mais pra mim, olhar somente a Ti, viver só para Ti, não me perder de Ti”. A composição, que inicialmente não seria a música tema, se encaixou perfeitamente a esta condição e é um dos carros chefes do trabalho.

Ana Paula Nóbrega, também do Ctmdt, é quem se posiciona na liderança para ministrar Tu és o motivo. “Senhor meu coração, bate pela Tua presença; o meu vazio só é preenchido pela tua perfeição”. A canção já alcançou forte identificação com o público e é realmente boa.

Te exaltamos, Pai é o segundo dueto do projeto, executado por Ana Paula Valadão e pelo recém-chegado Israel Salazar. A faixa fala sobre a paternidade de Deus em linguagem e ritmo muito agradáveis, e por seguir uma linha bastante congregacional, já sendo executada em diversas igrejas.

Em Meu irmão temos a participação do casal Felippe e Mariana Valadão, que completam o trio com a líder do grupo. A letra discorre sobre o amor e a união que deve haver entre nós, filhos de Deus, dizendo: “Meu irmão, eu preciso tanto de você. Me dê a mão e juntos vamos correr…” a característica congregacional também é bastante presente.

A belíssima Encontro das Águas, que por si só já é uma canção bastante especial, ainda traz a inusitada participação de Fernanda Brum, que monta o trio juntamente com Nívea e Ana. A divisão das vozes é muito bem feita e a introdução é marcada pelo som de águas fluindo. A composição é uma metáfora que disserta a respeito da unidade do Corpo de Cristo. A figuração fala sobre rios muito diferentes que correm lado a lado, mas que depois se unem. A igreja pode ser cheia de diferenças e diferentes, mas com amor e união, trazemos a glória de Deus e nada nos resistirá.

E para canção final nada melhor que Digno é o Cordeiro, uma das músicas mais bem arranjadas do Diante do Trono até hoje. Puxada pelo vibrante wua-wua na guitarra e em ritmo contagiante e dançante, ouvimos: “De todas as nações Teus filhos se unirão para adorar a Ti. Todos os povos e raças, todas as tribos e línguas, diante do trono fazendo uma festa ao Rei!”. Assim, o cd se encerra muito bem, no mais puro “estilo detê” de ser.

Tua visão cumpre satisfatoriamente a sua missão de resgatar as origens que tornaram o grupo tão popular no Brasil e no mundo a ponto de ser considerado o segundo maior da atualidade. O projeto, considerando cds e dvds, já bateu a marca de 100.000 cópias e alcançou destaque em jornais seculares e grandes portais na internet, como Terra – através do Sonora.

Em contrapartida, o disco deixa a desejar em certos aspectos: O vocal foi muito pouco explorado e os poucos arranjos de voz presentes, estão muito inexpressivos. Além do mais, André Valadão fez falta como segunda voz.

Ainda que contando com novos arranjadores na parte instrumental, o grupo não deu continuidade às inovações musicais que, ainda que bem timidamente, vinham acontecendo nos últimos projetos. Em diversas horas dá pra sentir que as canções, poderiam ter sido mais bem exploradas, ao invés de sempre executar as mesmas frases orquestradas e as mesmas viradas. Tudo isso nos deixa com a sensação de que falta algo no álbum. O DT precisa se renovar musicalmente, o que não implica em deixar de lado seu estilo, mas aprimorá-lo, evoluí-lo e deixá-lo mais moderno e jovial.

A qualidade do trabalho gráfico é um dos pontos positivos a destacar apesar de, infelizmente, a capa não ter sido temática. Se tem algo que não mudou (ainda bem), é a qualidade das composições da primogênita dos Valadão. Ana Paula continua dando aulas de composição e qualidade vocal, e neste projeto particularmente, conseguiu trazer uma conotação mais popular aos seus versos sem flertar com o evangelho da prosperidade, ou usar clichês gospel.

Levando o verdadeiro Cristianismo cantado, Tua Visão, portanto, é um disco que vale a pena ter em casa, no carro, no trabalho, nos evangelismos e, sem dúvida alguma, nas igrejas.

Fonte: Supergospel!
Marco Túlio Machado

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: