Início > Biografias > Biografia da banda "Militantes"

Biografia da banda "Militantes"

BIOGRAFIA

Um militante é um cara que realmente abraça uma causa, e essa causa torna-se a verdadeira razão de sua existência. Ou seja ser um militante é coisa séria.

A banda Militantes só se tornou realidade, por que todos os seus integrantes abraçam a mesma causa e encaram a música da mesma maneira. A banda nasceu na cena gospel, todos são da Renascer, e na verdade só estou falando sobre isso para te situar, pois ninguém se importa se um cantor americano começou a carreira cantando na igreja, ou se o Bob Marley é da religião Rastafari, ou ainda se John Lennon é budista, pois o que realmente importa é a música, se ela é boa ou não.

A banda evoluiu muito, da época em que começou em 1997, quando ainda se chamava Protestantes e fazia um punk rock básico e bem humorado como os Ramones. Além das mudanças de formação e de nome em 2001, três álbuns foram gravados “Tudo Vai Mudar”, de 2002, “Escute O Que Eu Digo e Faça Como Eu Faço”, de 2004 e finalmente o DVD e CD, gravado ao vivo no Olympia em São Paulo em 2005, “Mais ao Vivo do Que Nunca”, que acabou saindo somente em 2006, todos lançados pela Gospel Records.

O público foi conquistado a laço, através de várias apresentações empolgantes em vários eventos importantes da cena como: SOS da Vida Gospel Festival e a Marcha para Jesus, onde tocaram para dois milhões de pessoas, e numa dessas apresentações contaram com a participação especial de Rodolfo Abrantes, ex-Raimundos, que chegou a gravar com os Militantes, a música “O Velho Homem” que está no segundo álbum da banda.

O reconhecimento veio logo, destaque nas principais publicações da cena, música nas rádios, videoclipe exibido na MTV e em outros programas musicais e o mais importante, shows lotados.

Como eu disse a banda evoluiu, no segundo álbum nota-se a preocupação cada vez maior com as letras, que estão ganhando, cada vez mais, uma linguagem universal. Os arranjos cresceram, com a introdução de vários elementos, um teclado aqui, cordas ali, uma bateria eletrônica lá, tudo muito bem colocado e sutil, isso tudo sem falar nas guitarras. Ou seja aquele punk rock básico ainda está lá, como principal influência, mas a cada trabalho, o Militantes, vem construindo um estilo próprio e inconfundível.

Eles estão prontos para entrar em estúdio, e como sempre, pode esperar uma boa surpresa, pois independente de qualquer coisa, eles também sempre militaram a favor do bom e velho Rock’n’Roll. Graças a Deus.

Anúncios
Categorias:Biografias
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: